Início » Triagem neonatal » Teste do Pezinho: Para que serve e como é feito?

Teste do Pezinho: Para que serve e como é feito?

27 de março de 2020

Teste do Pezinho: Para que serve e como é feito?

Início » Triagem neonatal » Teste do Pezinho: Para que serve e como é feito?

27 de março de 2020

Para que serve o Teste do Pezinho?

No Brasil a triagem neonatal é realizada por meio do Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN). O teste básico oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), e conhecido popularmente como “Teste do Pezinho”, tria seis doenças (fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, anemia falciforme, fibrose cística, hiperplasia adrenal congênita e deficiência de biotinidase).

Em março de 2020 a toxoplasmose congênita foi incluída no teste básico pelo Ministério da Saúde, porém os hospitais públicos tem até 180 dias para incluir a doença na triagem neonatal.

 

A coleta do teste do pezinho

A coleta é feita a partir de amostra de sangue do calcanhar do bebê e deve ser realizada entre o 3° e 5° dias após o nascimento da criança. Um resultado positivo no teste do pezinho não confere um diagnóstico pois este é um teste de triagem e são necessários exames complementares específicos para confirmar ou excluir a doença. A coleta tardia, transporte inadequado da amostra, bebês prematuros, dietas da mãe e da criança são alguns dos vários fatores que podem contribuir para resultados de “falsos-positivos” nos testes do pezinho.

Um resultado de falso-positivo ocorre quando o teste de triagem sugere a doença, mas o exame completar exclui o diagnóstico. Por esse motivo, caso seja verificada alguma alteração no teste, a família do bebê é avisada pelo Serviço de Referência em Triagem Neonatal (SRTN) para que sejam realizados exames complementares.

 

Exames complementares de triagem neonatal

O teste do pezinho é obrigatório para todas as crianças brasileiras. Nas redes privadas de saúde são oferecidas as versões intermediárias e expandidas (ampliadas) do teste do pezinho, que analisam de 10 a 60 doenças.

Além dos testes do pezinho intermediário e expandido (ampliado), uma outra opção mais abrangente é o Teste da Bochechinha, capaz de analisar mais de 320 doenças tratáveis da primeira infância.

2 Comentários

  1. Fabiana

    Gostaria de saber o dia q fazem o teste do pezinho e dão a bcg

    Responder
    • Equipe Mendelics

      Olá Fabiana!
      Que bom que se interessou pelo blog do Teste da Bochechinha.

      Geralmente o teste do pezinho é realizado entre 3º e 5º dia de vida do bebê. Para a vacina BCG, O Ministério da Saúde recomenda administrar dose única, o mais precocemente possível, de preferência na maternidade, logo após o nascimento (https://www.saude.gov.br/images/pdf/2019/marco/22/Instrucao-Normativa-Calendario-Vacinacao-Site.pdf). Nós não realizamos o teste do pezinho e não aplicamos a vacina BCG. Recomendamos que a senhora converse com o seu pediatra ou vá até um postinho de saúde para ser orientada quanto a coleta do teste e a aplicação da vacina.

      Nós oferecemos o Teste da Bochechinha, que é um exame que complementa o teste do pezinho. O nosso teste detecta o risco para mais de 310 doenças que afetam crianças e que tem tratamento disponível. O teste pode ser realizado a partir do dia que bebê nasce.
      Caso queira conhecer um pouco mais sobre o Teste da Bochechinha, veja neste link: https://testedabochechinha.com.br/o-que-e-o-teste-da-bochechinha/

      Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1. Forrest Gump: um retrato singular da Deficiência Intelectual - Teste da Bochechinha - […] triagem neonatal tradicional disponível no SUS, conhecida como Teste do Pezinho, atualmente analisa seis doenças raras, incluindo a fenilcetonúria.…

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Examen Primer Día