Início » Dúvidas frequentes » Coleta de sangue ou swab bucal?

Coleta de sangue ou swab bucal?

6 de janeiro de 2022

bebê sendo examinado por uma médica

Coleta de sangue ou swab bucal?

bebê sendo examinado por uma médica
Início » Dúvidas frequentes » Coleta de sangue ou swab bucal?

6 de janeiro de 2022

A coleta de sangue para realizar exames de rotina é tão comum que já nos acostumamos com ela e nem paramos para pensar que, em alguns casos, existem outras opções. Quando falamos de exames para bebês, esses métodos alternativos, como o swab bucal para exames genéticos, são especialmente relevantes.

Descubra a seguir como funciona a coleta por swab bucal e quais as vantagens em comparação com a coleta de sangue.

 

O swab bucal

Nada mais é que um cotonete estéril desenvolvido especialmente para coletar células da mucosa bucal.

Para realizar a coleta, o cotonete deve ser esfregado levemente na região interna das bochechas com movimentos circulares para cobrir toda a região, em ambos os lados. Após a coleta, o swab é armazenado em um tubo contendo uma solução conservante, e pode ser armazenado em temperatura ambiente por até 30 dias.

Com o swab são coletadas células que se desprendem facilmente da bochecha. Essas células contêm DNA em seus núcleos, que pode ser extraído e utilizado para realizar testes genéticos. A quantidade de células coletadas é adequada para realizar o teste, desde que a coleta seja feita seguindo corretamente as instruções do kit.

O procedimento é muito simples, rápido, indolor e econômico, pois não consome material hospitalar e não necessita da presença de equipe ou ambiente especializados (hospitais, clínicas, laboratórios). Pode ser coletado por um profissional de saúde, em consultórios ou até na maternidade, ou pelo próprio paciente, ou pais que podem coletar a amostra da bochecha do bebê, no conforto de sua casa.

Considerando todas essas vantagens, o laboratório Mendelics decidiu utilizar o swab bucal como forma de coleta para o Teste da Bochechinha, para proporcionar mais conforto para os bebês.

 

Comparação ilustratica da coleta de sangue e de mucosa bucal

 

A coleta de sangue

Uma amostra de sangue pode ser coletada de diversas formas, sendo as mais comuns em bebês:

  • Punção venosa: feita da mesma forma como em pessoas adultas, porém utiliza uma agulha mais curta e, possivelmente, um escalpe butterfly, que facilita a coleta em crianças e bebês. Como recém-nascidos possuem veias finas, pode ser preciso algumas tentativas para realizar a coleta.
  • Punção no calcanhar ou costas das mãos: consiste em fazer um pequeno furo no calcanhar ou costas da mão e coletar o sangue com um tubo, comum ou capilar. É mais simples quando comparada com a coleta venosa, mas costuma ser realizada somente quando a quantidade de sangue necessária é pequena.

A coleta de sangue é a mais indicada para vários exames bioquímicos, como o Teste do Pezinho, que testam a concentração de algumas substâncias no sangue, como açúcares, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais.

Esse tipo de amostra também pode ser utilizada para exames genéticos, porém apresenta algumas desvantagens em relação ao swab bucal: deve ser feita sempre por um profissional capacitado e em local apropriado, como hospitais e laboratórios, consome materiais hospitalares como agulhas, seringas, tubos, algodão e curativos, além de poder causar incômodo e dor, principalmente em recém-nascidos.

Além das desvantagens relacionadas com a coleta sem si, há ainda algumas desvantagens em relação à armazenagem dessas amostras. O sangue é uma amostra bastante sensível que, se não armazenada corretamente, pode degradar com facilidade, afetando a qualidade do DNA presente nele e, consequentemente, as análises que serão feitas.

 

A coleta no Teste da Bochechinha

Para proporcionar mais conforto aos bebês e mais praticidade aos médicos e pais, desenvolvemos um kit de coleta especial, com um swab bucal. Com o swab, a coleta é simples, rápida e indolor, e pode ser feita pelo próprio pediatra e neonatologista em seu consultório, ou pelos pais, em suas casas.

O Teste da Bochechinha é a triagem neonatal genética do laboratório Mendelics, que investiga mais de 340 doenças tratáveis da primeira infância. Seja um parceiro e leve mais segurança e conforto para seus pacientes.

Conheça o Teste da Bochechinha

Referências

Oliveira, E. C. V. (2013). A prática da punção venosa na coleta de sangue em recém-nascidos em um hospital público universitário. Dissertação. Universidade Federal do Triângulo Mineiro. http://bdtd.uftm.edu.br/handle/tede/118

 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Teste da Bochechinha