Início » Triagem neonatal » 3 dicas de primeiros cuidados com o seu bebê

3 dicas de primeiros cuidados com o seu bebê

12 de maio de 2022

desenho de um bebê com 3 ícones ao lado representando um médico, uma vacina e um swab bucal

3 dicas de primeiros cuidados com o seu bebê

desenho de um bebê com 3 ícones ao lado representando um médico, uma vacina e um swab bucal
Início » Triagem neonatal » 3 dicas de primeiros cuidados com o seu bebê

12 de maio de 2022

Você sabe quais cuidados precisa ter com o seu recém-nascido?

Os filhos proporcionam constante aprendizado para toda a família, mas sem dúvida, os primeiros meses estão entre os mais desafiadores, pois além de mudar a dinâmica da casa, os pais ainda estão conhecendo o seu bebê e descobrindo como confortá-lo diante de cada situação. 

Cada família tem uma forma própria de cuidar e criar o seu bebê e muitas vezes sugestões e palpites de outras pessoas podem incomodar e até mesmo atrapalhar, pois cada bebê é único e seus pais certamente são os que melhor o conhecem.

Porém, alguns cuidados são essenciais para todos os bebês e podem garantir um futuro com mais saúde e qualidade de vida. Veja a seguir 3 cuidados indispensáveis para o seu bebê:

1. Acompanhamento médico

Nos primeiros meses de vida o acompanhamento médico deve ser constante. O médico pediatra avalia ganho de peso, tamanho, medida da circunferência craniana, reflexos, marcos de desenvolvimento neuropsicomotor, exame físico e outros sinais que levantam suspeitas de uma doença ou que podem ser prejudiciais à saúde da criança.

O intervalo entre as consultas é determinado pelo médico pediatra que faz o acompanhamento e depende do desenvolvimento de cada bebê. 

O médico pediatra também irá esclarecer dúvidas dos pais e fazer recomendações em relação ao sono, higiene, aleitamento e/ou alimentação, suplementação e até mesmo indicar quais são os estímulos a serem oferecidos em cada idade. A análise dos resultados dos testes de triagem neonatal pelo pediatra também são fundamentais. 

2. Vacinação em dia

A imunização dada pelas vacinas é capaz de evitar inúmeras doenças infecciosas. Graças às campanhas de vacinação, muitas delas foram inclusive consideradas erradicadas, como a Poliomielite.

Todos, sejam adultos ou crianças, devem manter a carteira de vacinação em dia como forma de proteção individual e coletiva contra essas doenças. Para recém-nascidos, as vacinas são especialmente importantes, pois seu sistema imune ainda é frágil e uma gripe que seria leve em um adulto, por exemplo, pode ter consequências graves para o bebê. 

desenho de um bebê recebendo uma vacina no braço

Enquanto algumas vacinas são aplicadas apenas uma vez e geram proteção para a vida inteira, outras requerem múltiplas doses. Siga sempre o calendário de vacinação infantil para garantir que seu bebê desenvolva anticorpos, protegendo-o contra diferentes tipos de infecções.

Saiba mais sobre como as vacinas funcionam e se elas podem alterar o resultado de exames de triagem neonatal.

3. Triagem neonatal

A triagem neonatal é uma ação preventiva que tem como objetivo identificar precocemente se o bebê possui risco aumentado de desenvolver diversas doenças. Os testes e exames podem ser realizados antes mesmo do bebê apresentar qualquer sintoma. Assim, a detecção precoce garante que o bebê receba o tratamento adequado o mais rápido possível, evitando as consequências mais graves de cada doença.

Ao nascer, todos os bebês brasileiros podem realizar gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) pelo menos quatro testes de triagem neonatal: o teste do pezinho básico, do olhinho, da orelhinha e do coraçãozinho. 

Há ainda outros testes neonatais complementares que podem ser realizados logo após o nascimento. O Teste da Bochechinha é um teste de triagem neonatal genética que analisa o DNA do bebê para identificar mais de 340 doenças genéticas raras e tratáveis que se manifestam nos primeiros meses ou anos de vida.

O Teste da Bochechinha pode ser realizado desde o primeiro dia de vida até 1 ano de idade. Basta uma coleta de saliva feita com um auxílio de um cotonete especial (swab bucal) que é passado na parte interna da bochechinha do bebê. A coleta é rápida e indolor e pode ser feita assim que o bebê nasce, na maternidade ou em casa pelos próprios pais.

Descubra como funciona a coleta por swab bucal e quais as vantagens em comparação com a coleta de sangue.

Converse com o seu médico e entre em contato com nossa equipe para mais informações sobre o Teste da Bochechinha.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Teste da Bochechinha