Início » Doenças e Tratamentos » Intolerância hereditária à frutose pode ser identificada pelo Teste da Bochechinha

Intolerância hereditária à frutose pode ser identificada pelo Teste da Bochechinha

Intolerância hereditária à frutose

A intolerância hereditária à frutose é uma doença genética causada por alterações no gene ALDOB, que afeta o metabolismo da frutose. A frutose é um monossacarídeo presente em várias frutas, vegetais e alimentos processados.

 

Primeiros sinais da doença

Os primeiros sinais da doença ocorrem geralmente entre os quatro a sete meses de vida do bebê, época da introdução alimentar. Após ingestão na dieta de frutose, sacarose e sorbitol os pacientes apresentam náusea, vômito e desconforto abdominal. Se grandes quantidades forem consumidas pode ocorrer ainda letargia, convulsões e até coma.

 

Diagnóstico e tratamento

Através do Teste da Bochechinha, é possível diagnosticar a doença antes mesmo da introdução alimentar. Com o diagnóstico precoce acompanhado de imediata restrição alimentar, a evolução do quadro é excelente, e a expectativa de vida é normal. Quando não tratada, a doença pode ser fatal devido a lesões no fígado, rim e intestino delgado.

O Teste da Bochechinha

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRBR
es_COES pt_BRBR
Compre pelo Whatsapp
1
Olá, podemos ajudar?
Precisa de ajuda para solicitar o seu kit do Teste da Bochechinha? Aqui você pode tirar suas dúvidas e realizar sua compra de forma simples, rápida e segura.